Sites Grátis no Comunidades.net

 DIOCESE APOSTÓLICA ANGLICANA DE SÃO PAULO


Mensagem do Clero

A nossa responsabilidade com as coisas de Deus

 

Rev. Antonio Bastos

Vamos juntos tratar de um assunto muito importante: A formação de uma comunidade de amor, indissolúvel e estável, que ajude o ser humano um ser feliz realmente. Mas, será que é isso é possível? Afirmo que sim. Esse, na verdade, é o projeto ideal de Deus para o Ser Humano, que DEVE ser realizado Através de atos concretos de doação e entrega. É exatamente sobre esse processo que trata os versículos 2 a 9 do capítulo 10 do Evangelho de Marcos.

Aqueles que tenham a curiosidade de ler o texto de Marcos poderão perceber que essa transcrição é uma verdadeira reflexão de toda uma preocupação e amor de Deus nutre por cada um de nós individualmente. Ou seja, nesta parte do Evangelho de Marcos, fica claro que Deus Estabeleceu um pacto com o ser humano na própria criação do mundo, e utilizou Jesus, que as palavras ali contidas, não somente como regras básicas para uma união entre um homem e uma mulher, mas, principalmente para refletir o mistério da união entre o ser humano e Deus.

Ultrapassado esse ponto, è necessario nos transportar ao contexto geográfico da narrativa de Marcos: O episódio nos situação "na região da Judéia, para além do Jordão". Estavam os discípulos se despedindo definitivamente da Galiléia e prestes a iniciar o caminho para Jerusalém, onde Jesus encontraria o momento mais difícil do Seu Ministério. E, neste momento, depois de uma pausa de aparições públicas, (Mc 9,38-43, 45, 47-48), Jesus volta a estar junto das Multidões ea dirigir a eles os Seus ensinamentos.

E, os discípulos, contudo, continuam mais uma vez se rodear Jesus ea Beneficiári, cada, de ensinamentos especiais. É, exatamente neste momento que entram de novo os Fariseus em cena, não para escutar as propostas e os ensinamentos de Jesus, mas, para experimentá-LO e tentar apanhá-LO em uma declaração comprometedora sobre uma questão bem delicada: O matrimônio eo divórcio .

Tudo isso demonstra dois pontos: O primeiro é que é Necessário Reconhecer que Deus é capaz de provocar alterações Inúmeras na vida daqueles que entram EM CONTATO COM ELE. E, o segundo é que Ele nos convida, insistentemente, uma anunciarmos os Seus preceitos e nos engajarmos modificadora plenamente na Sua obra;

E, o qual a relação destes pontos com o matrimônio eo divórcio? Muito simples: Jesus, no episódio narrado por Marcos, demonstra que cada um de nós tem o dever, o dever isso, de todas confessar como maravilhas que Deus já fez, faz e fará na nossa vida. E de que este ato de professar é essencial para que possamos semear o amor de Deus nas comunidades em que vivemos;

Mas, para isso, devemos fazer o possível para permanecermos sempre unidos a Deus durante toda a nossa caminhada, independente das decepções, frustrações e das tribulações que vão acontecer. Até porque, esses são os momentos aonde devemos buscar em Deus, de uma forma mais intensa, todo o auxílio necessario para que possamos superar todas as tribulações da vida, TENDO sempre a insofismável certeza de que nada e ninguém "PODERÁ separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus"(Rm 8,39);

E, que Deus espera que possamos Permanecer firmes nos Seus preceitos, ou seja, uma expectativa de Deus é que, a cada novo dia, possamos Demonstrar a nossa reciprocidade com Ele, Tendo a certeza que, independente das Condições adversas, como Suas bênçãos Serão Diariamente derramadas sobre todos nós. Assim, quando as condicoes externas pareçam totalmente desfavoráveis ou quando olhamos para o céu e constatarmos que ele está escuro e carregado, devemos ver além do horizonte, à tendão certeza que o "dom gratuito de Deus é a vida eterna"(Rm 6,23) e que essa vida está reserva para todos Aqueles Oferecem às pessoas que cercam os que, diariamente, todas as maravilhas do amor de Deus e os Benefícios que esse amor pode nos trazer.

Pois, "Quem guarda os Seus mandamentos, permanece em Deus e Deus nele"(I Jo 3,24). E permanecendo em Deus que vamos ter é uma nítida, clara e incontestável certeza que devemos nos engajar na Sua obra com amor, dedicação e, sobre tudo responsabilidade (que é fato gerador do comprometimento), para que possamos Permanecer apegados a Deus que é o único que pode fazer do mundo um lugar melhor para se viver, Tendo a certeza de que "se alguém está em Cristo, é nova criatura: as coisas antigas já passaram; novas eis que se fizeram"(II Co 5,17). 

 

 

 

 
Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net